terça-feira, 5 de setembro de 2017

Frustrações



O QUE QUERÍAMOS MESMO?

DIZEMOS QUE O BRASIL NÃO É O QUE QUERÍAMOS.
MAS DIGAM-ME, QUAL É O BRASIL QUE QUERÍAMOS?
ATUALMENTE É UM PARQUE DE DIVERSÕES
DIVERTIMO-NOS COM A QUEDA DOS OUTROS
E OS QUE CAEM SÃO SEMPRE OS FILHOS DA PUTA
E SUAS FOTOS COM NOSSOS AMIGOS JÁ NÃO VALEM
E NEM IMPORTA SE NOSSOS AMIGOS TAMBÉM ESTÃO NA MIRA DA JUSTIÇA
TRANCAMO-NOS EM NOSSA TURMA, NOSSO CLUBE
COM UMA FREQUENTE E ELOQUENTE ZOMBARIA
E ABRAÇAMOS O CINISMO COMO PORTA DE ESCAPE.
ENFORCADOS SE DIVERTEM COM OS TIQUES NERVOSOS DO CARRASCO
PRESOS XINGAM OS SOLDADOS
PROSTITUTAS XINGAM NOSSAS MULHERES DE PUTAS
MACACOS ROUBAM NOSSAS BANANAS
BALBÚRDIA E FALTA DE CRENÇA QUE ROUBAM NOSSA PAZ.
POLÍTICOS FAZEM LEIS PROIBINDO CUSPIR NAS RUAS.
O FESTIVAL MAIOR DESSE PAÍS É A ZOMBARIA.
E PALHAÇADAS DE NADA MAIS VALEM
MESMO QUANDO PALHAÇOS SE POSTAM NO CENTRO
E AJUDANTES ROUBAM QUEM FAZ O CÍRCULO.
SIM, QUAL É MESMO O BRASIL QUE QUERÍAMOS?
jba 05set17

Resultado de imagem para foto famosa de janio quadros

domingo, 8 de janeiro de 2017

ESTADO DAS COISAS



ESTADO DAS COISAS
(para Ana)

Como?
Se das entranhas dessa terra 
Saltam anjos e demônios domesticados
Capazes de medir distâncias verbais
E num lance de destreza assustadora
Calcular o número de letras de suas frases
E o volume de cada uma de suas idéias

Se o deus da carnificina cerebral
Já ocupou a parte maior desse pensar
E a fome de verdades e sentidos
Já não passa de um cardápio burocrático
Os fins das ações humanas já nada valem
Sufocados por tantas regras e siglas
Fantasmas de assustar crianças
E imobilizar os mais pensantes.

Alma minha, rebelde, livre
Espanto que me conduziu pela vida
Desejos, sonhos, utopias
Agarro-me a essa lembrança o quanto posso
Enquanto o corpo se vai aos poucos
Sendo arrastado pela morna inutilidade
Dos dias em que vivemos.

Ah sim, mesmos nesses dias
Planto sementes com meus espantos
Quebrando medos e certezas
Em busca de parceiros da utopia

Sonho com as manhãs de sol
Festejando a liberdade e a dignidade humanas! 

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Um pouco de medo, um pouco de coragem


UM POUCO DE MEDO, UM POUCO DE CORAGEM

UM POUCO DE MED, UM POUCO DE CORAGEM

UM POUCO DE MEDO, UM PO DE CORAGEM

UM PO DE MEDO, UM PO DE CORAGEM

UM POUCO DE CORAGEM

UM POUCO DE CORAGEM

UM POUCO DE CORAGEM



quarta-feira, 16 de novembro de 2016

73 melhores filmes brasileiros, HQVSuco

Pelo facebook, indicação livre de três títulos.
HQVSuco ficou em sexto lugar.

73 filmes brasileiros favoritos meus e dos meus amigos
Sábado passado perguntei para os meus amigos quais eram seus três filmes brasileiros favoritos. Eu e 31 amigos participamos desta brincadeira. Parte dos que responderam trabalham na área do audiovisual, mas uma característica em comum a todos é o amor pelo cinema brasileiro. Passei a limpo a lista, computei os votos e cheguei a uma lista de 73 filmes brasileiros! Como a base de eleitores foi pequena, o ranqueamento refere-se apenas ao número de votos (filmes com o mesmo número de votos aparecem em ordem alfabética). Algumas conclusões: os filmes de Glauber Rocha são os campeões!; os cineastas com o maior número de filmes mencionados são: Nelson Pereira dos Santos, Rogério Sganzerla e Walter Salles (três menções cada); a década com mais filmes mencionados é a de 2000/2010 (24 menções), e a segunda década mais mencionada é a de 1960/1970 (15 menções). Talvez isso diga algo sobre a excelente qualidade do cinema brasileiro produzido nestas duas décadas. Eis a lista:
1. Terra em transe (Glauber Rocha, 1967) 7
2. Deus e o diabo na terra do sol (Glauber Rocha, 1964) 4
3. A Ostra e o Vento (Walter Lima Jr., 1997) 3
4. Bang Bang (Andrea Tonacci, 1971) 3
5. Limite (Mário Peixoto, 1931) 3
6. O homem que virou suco (João Batista de Andrade, 1980) 3
7. O pagador de promessas (Anselmo Duarte, 1962) 3
8. São Paulo, Sociedade Anônima (Luís Sérgio Person, 1965) 3
9. A Hora da Estrela (Suzana Amaral, 1985) 2
10. A marvada carne (André Klotzel, 1985) 2
11. Cidade de Deus (Fernando Meirelles, Kátia Lund, 2002) 2
12. Eles não usam Black-tie (Leon Hirszman, 1981) 2
13. Lavoura Arcaica (Luiz Fernando Carvalho, 2001) 2
14. Macunaíma (Joaquim Pedro de Andrade, 1969) 2
15. Madame Satã (Karim Aïnouz, 2002) 2
16. O céu de Sueli (Karim Aïnouz, 2006) 2
17. Ó Paí, Ó (‎Monique Gardenberg, 2007) 2
18. Rio 40 graus (Nelson Pereira dos Santos, 1955) 2
19. Som ao Redor (Kleber Mendonça Filho, 2012) 2
20. A Concepção (José Eduardo Belmonte, 2005) 1
21. A febre do Rato (Cláudio Assis, 2011) 1
22. A grande arte (Walter Salles, 1991) 1
23. A grande cidade (Cacá Diegues, 1966) 1
24. A hora e a vez de Augusto Matraga (Roberto Santos, 1965) 1
25. A margem (Ozualdo Candeias,1967) 1
26. A Mulher de Todos (Rogério Sganzerla, 1969) 1
27. Abril despedaçado (Walter Salles, 2001) 1
28. Alma no Olho (Zózimo Bulbul, 1974) 1
29. Amarelo Manga (Cláudio Assis, 2003) 1
30. Anjos do Sol (Rudi Lagemann, 2006) 1
31. Avaete, a semente da vingança (Zelito Viana, 1985) 1
32. Baile Perfumado (Lírio Ferreira, Paulo Caldas, 1997) 1
33. Besouro (João Daniel Tikhomiroff, 2009) 1
34. Brincando nos campos do senhor (Hector Babenco, 1991) 1
35. Bye bye Brasil (Cacá Diegues, 1980) 1
36. Cabra Marcado Para Morrer (Eduardo Coutinho, 1984) 1
37. Caramuru - A invenção do Brasil (Guel Arraes, 2001) 1
38. Carandiru (Hector Babenco, 2003) 1
39. Casa de Areia (Andrucha Waddington, 2005) 1
40. Copacabana Mon Amour (Rogério Sganzerla, 1970) 1
41. Cronicamente Inviável (Sérgio Bianchi, 2000) 1
42. Espelho d’água (Marcus Vinícius Cesar, 2004) 1
43. Esta noite encarnarei no teu cadáver (José Mojica Marins, 1967) 1
44. Estômago (Marcos Jorge, 2007) 1
45. Eu me lembro (Edgar Navarro, 2005) 1
46. Filme de Amor (Júlio Bressane, 2003) 1
47. Filme Demência (Carlos Reichenbach, 1987) 1
48. Ilha dos prazeres proibidos (Carlos Reichenbach, 1978) 1
49. Janela da alma (João Jardim, Walter Carvalho, 2001) 1
50. Jogo de Cena (Eduardo Coutinho, 2007) 1
51. Lição de Amor (Eduardo Escorel, 1975) 1
52. Lisbela e o prisioneiro (Guel Arraes, 2003) 1
53. Nina (Heitor Dhalia, 2004) 1
54. Nós que Aqui Estamos por Vós Esperamos (Marcelo Masagão, 1990) 1
55. O Baiano Fantasma (Denoy de Oliveira, 1984) 1
56. O Bandido da Luz Vermelha (Rogério Sganzerla, 1968) 1
57. O cangaceiro (Lima Barreto, 1953) 1
58. O invasor (Beto Brant, 2001) 1
59. O jeca e a freira (Amancio Mazzaropi, 1968) 1
60. O jogo da vida (Maurice Capovilla, 1977) 1
61. O Palhaço (Selton Mello, 2011) 1
62. O Profeta da Fome (Maurice Capovilla, 1970) 1
63. Os fuzis (Ruy Guerra, 1963) 1
64. Pastinha, Uma Vida Pala Capoeira (Antonio Carlos Muricy, 1998) 1
65. Pedreira de São Diogo (Leon Hirszman, 1962) 1
66. Pixote, a Lei do Mais Fraco (Hector Babenco, 1980) 1
67. Que Horas Ela Volta? (Anna Muylaert, 2015) 1
68. Ralé (Helena Ignêz, 2015) 1
69. Rio, Zona Norte (Nelson Pereira dos Santos, 1957) 1
70. Sábado (Ugo Giorgetti, 1985) 1
71. Saneamento Básico, o filme (Jorge Furtado, 2007) 1
72. Terra estrangeira (Walter Salles, Daniela Thomas, 1996) 1
73. Vidas Secas (Nelson Pereira dos Santos, 1963) 1

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Ideologização da juventude. Boa discussão

Facebook 28Out2016
"Não ousaria dizer partidarização da juventude. Está mais para empacotar e etiquetar." (Denise Oliveira)
Ana Julia,oradora juvenil 'prodígio' favorável às invasões de escolas, uma versão feminina adolescente do Lindbergh Farias 'cara pintada', não é exceção à regra.Ela não é ' ideologizada e partidarizada' apenas na escola.O 'Jornal Livre' informa que o "nome do seu pai,o advogado Júlio César Pires Ribeiro, aparece junto com outras lideranças que participaram de um evento de debates dentro do partido, de acordo com o site do PT paranaense." 
No correr da historia registra-se sucessivos desastres sociais oriundos da ideologização e 'partidarização' das famílias .Esse não é um fenômeno recente. Alguns movimentos religiosos e políticos com esse viés, marcaram a historia,deixando chagas indeléveis do poder destrutivo do fanatismo no destino das sociedades.
Um dos fatores mobilizadores dos movimentos libertários do seculo 20 se centrava contra a partidarização das famílias,um reflexo das ações de um projeto de Estado forte que visava restringir os direitos do cidadão e as liberdades individuais.
Não vejo com bons olhos o ressurgimento do amalgama que funde um projeto partidário ao ambiente sócio escolar.
A politica é algo nobre. Sua virtude se funda no respeito as diferenças,no debate aberto e franco e na tolerância à pluralidade de opiniões. O partidarismo é o inverso disso! É uma 'parte' da sociedade querendo se impor sobre as demais.
A cultura politica brasileira prescinde da Ética, esse é um dos motivos da crise politica que hoje vivemos.É isso que a sociedade brasileira precisa enfrentar seriamente para se reerguer.
Uma 'ocupação' sem fundamentos próprios e específicos reflete,de fato,que o que está em curso nas escolas secundarias é partidarização.Uma ferramenta que visa fazer cabeças, sufocar as diferenças e atingir objetivos de poder.
Não ha debate politico nas escolas. O que vejo é o alargamento dos confrontos supostamente ideológicos estimulados por membros de algumas organizações partidárias.
Não é politica o que se pretende.
O que se objetiva é a partidarização da juventude.
Curtir
Comentar
Comentários
Luciana Martha 👏👏👏👏
CurtirResponder24 h
Alberto Duvivier Parabéns, Adriano! No momento terrível que estamos vivendo, confesso-lhe que a ocupação das escolas é uma das minhas maiores preocupações. Seu texto diz tudo. Levei.
CurtirResponder74 h
Eleny Victoria Eksterman Nora Raquel Zygielszyper, este texto tem a ver com seu post recente.
CurtirResponder34 h
Gloria Leal Texto ótimo. Tudo muito preocupante e ainda mais em relação aos jovens.
CurtirResponder44 h
Luciana Martha Tem também a questão de esse tipo de movimento ser mitômano. Há que se criar heróis.
CurtirResponder53 hEditado
Luciano Trigo escola com partido.
CurtirResponder44 h
Adriano De Aquino Em síntese!
CurtirResponder24 h
João Batista de Andrade
Escreva uma resposta...
Rafael Tom Luz As escolas não têm partido. Vamos lá em qualquer escola.
A escola é pública. O meio de mudar a maioria da escola pública é matriculando seus filhos nela. As escolas públicas são tão petistas quanto o Anglo é do psdb ou os colégios militares são dos conservadores.
CurtirResponder24 hEditado
Ukaraujo Lima Semana passada, em uma universidade do RS, os alunos foram obrigados a participar de uma passeata "fora temer". A lista de chamada seria passada no começo e no final da passeata. Quem não participasse não poderia fazer a prova e consequentemente perderia o ano na cadeira. Realmente uma escola sem partido.
CurtirResponder3 h
Rafael Tom Luz Olha, se você conseguir me provar isso eu mesmo irei ao Ministério Público denunciar.
CurtirResponder3 h
Ukaraujo Lima Este aqui foi na UFBA:
CurtirResponder13 h
Ukaraujo Lima Ainda não achei do Sul, mas pode entrar no MP pelo caso da Bahia por enquanto depois vc entra pelo do sul, rsrsrsrrss
CurtirResponder3 h
Rafael Tom Luz Quando estava escrevendo, refleti que uma das poucas possibilidades disso acontecer seria num curso de Ciências Políticas, Sociologia, Jornalismo, enfim, ciências sociais. Se for um trabalho de campo, é válido. É preciso analisar o contexto disso aí. Fiquei curioso. O que pode render um belo processo nesse caso é se uma resenha for bem feita mas for contrária à manifestação, e ficar reprovada.
CurtirResponder3 hEditado
Ukaraujo Lima Isso está acontecendo direto pelo brasil afora, toda semana algum jornal noticia um caso. Então está na hora de vc entrar no MP, depois me envia uma copia da sua denúncia, um cara formado em letras deve escrever isso bem. Já que se comprometeu.. Não, não é válido, isso é coerção, pura e simples, não adianta refletir e mudar de papo, vamos lá, quero ver vc no MP, coragem, mantenha sua palavra.
CurtirResponder3 h
Ukaraujo Lima ´ É claro que isso seria em um curso de ciências socias, vc não acha que um professor de física ou engenharia ira fazer um papel de palhaço como este não é!
CurtirResponder3 h
Rafael Tom Luz Sim, irei atrás das fontes disso aí, para fazer a denúncia preciso saber em que contexto isso aconteceu. Obrigado por me informar, é um dado curioso mesmo, talvez pitoresco, mas pode ser também algo de praxe.
CurtirResponder3 hEditado
Ukaraujo Lima Coragem rapaz, vc consegue, provas vão chover em seu colo. Isso se passa dia após dia, então as provas vão chover. CORAGEM!!! Os bons estarão do seu lado!
CurtirResponder12 h
Ukaraujo Limahttp://m.oantagonista.com/posts/ditadura-em-sala-de-aula
Mais cedo, publicamos o "cronograma" de protestos organizados por professores do Instituto Federal Farroupilha, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A situação é ainda mais grave.
M.OANTAGONISTA.COM
CurtirResponder2 h
Ukaraujo Lima Ai uma citação do sul, se vc procurar vc acha, basta ter CORAGEM PARA MANTER A PALAVRA!! FORÇA GAROTO!
CurtirResponder2 h
João Batista de Andrade
Escreva uma resposta...
Noelia Coutinho O que estarão dispostos a fazer estes jovens pelo partido? Em 2013 tivemos uma demonstração do que os líderes podem fazer com a cabeça dos jovens.
CurtirResponder24 h
Adriano De Aquino Rafael,evite simplificações . Politica é coisa mais complexa. O 'professorado' guinchado em sindicatos e partidos atuam no Anglo,no Franco no German,no British no African e nas escolas públicas da periferia e do sertão do Brasil profundo. Não são os adolescentes da escolas secundarias que partidarizam.São seus professores e mestres e até familiares que os partidarizam.
CurtirResponder174 h
Francy Restier Bem assim...
João Batista de Andrade
Escreva uma resposta...
Lidia Card Eu senti pena dela. Heroína por alguns dias. Imagino algum iluminado soprando no ouvido dela "depois querida, ganharemos o mundo ". Se conhecerem Machado, é claro.
CurtirResponder64 h
Vera Vianna Vianna Vc. me representa!
CurtirResponder14 h
Heloisa Paternostro jovens também gostam de fazer parte de um grupo....se juntam a outros muitas vezes sem nem saber o que representam......a maioria das vezes e assim....
CurtirResponder44 h
Marco Lisboa A ocupação é uma continuação do Fora Temer e Diretas Já, com o pretexto de combater uma reforma que a própria Dilma propôs. Só isso. Vai fazer um grande favor: afastar defintivamente a UNE e a UBES pelegas da grande massa dos estudantes, quando a conta...Ver mais
CurtirResponder43 h
Max Tolentino No fundo prejudica a minoria que quer estudar . Uma perfeita sintonia do partido dos que não trabalham com os estudantes que não estudam .
João Batista de Andrade
Escreva uma resposta...
Elaine Baunilha Uma geração lobotomizada!!!!!
CurtirResponder33 h
Marco Lisboa Uma coisa básica em política: não basta uma luta ser justa. ( e a luta dos estudantes não é):é preciso que as formas de luta que ela adota sejam justas. A turma que ainda não engoliu o impeachment e a surra do primeiro turno acha que quanto mais radica...Ver mais
CurtirResponder23 h
Elaine Baunilha Marco Lisboa essa gente não consegue nem fazer sentido, quanto mais fazer uma greve geral!!!! A cada dia que passa tenho mais certeza que essa turma esquerdofrênica nasceu com o DNA diferente de todas as pessoas, minimamente normais....ou talvez seja algum vírus alienígena que os tenha afetado durante suas alucinações psicotrópicas!!!!
CurtirResponder50 minEditado
João Batista de Andrade
Escreva uma resposta...
Francy Restier Fico perplexa'por ver que vário professores apoiam !
CurtirResponder23 h
Francy Restier Vários
João Batista de Andrade
Escreva uma resposta...
José Paulo Grasso Crise total!!! A Síria está imersa numa catastrófica guerra civil, horror que “explica” a morte de 256 mil pessoas de 2011 a 2015. No mesmo período no Brasil houve cerca de 278 mil inexplicáveis mortes violentas. Temos 21 cidades no ranking das 50 mais...Ver mais
CurtirResponder32 h
Angela Gonçalves Os jovens que ainda tem o privilégio de ter acesso às escolas e pensam que referencial de Sociologia e Filosofia é Marilena Chauí, que acham Platão e Aristóteles chatos, que ainda pensam que o patrono da educação é Paulo Freire e o idolatram.
Mas, não lêem dois livros por ano e estão aí falando da reforma do Ensino Médio como se fossem grandes estudiosos e entendidos de modelos de educação foram vitimados pelo triunfo da confusão mental.
Não há modo mais rápido de quebrar as defesas mentais de uma pessoa, ou de uma sociedade inteira, do que aquilo que psicólogos behavioristas chamavam de estimulação contraditória. Sabendo disso e não tendo qualquer escrúpulo que pudesse limitá-la, a esquerda sempre
apostou nesse mecanismo para avançar sua agenda cultural e conquistar mentes e corações, mas, com o advento do pós-modernismo e com a elevação do relativismo ao status de verdade última, o discurso esquerdista abandonou qualquer traço de coerência e partiu para a esculhambação total.
O resultado disso é que, de um lado, todos os alicerces tradicionais da civilização são corrompidos e, de outro, os valores da esquerda são fixados — de forma quase atmosfera turva de confusão, impotência e obediência servil.
Precisamos com urgência cuidar dos nossos jovens!
CurtirResponder72 h
Max Tolentino Síntese perfeita . Dois livros por ano já não seria pedir demais ?
Adriano De Aquino Um 'triunfo da confusão mental' que abalou os alicerces da precária construção do 'marxismo cultural' que outrora exerceu grande sedução para a categoria de letrados da elite universitária nacional. As propostas dos discípulos de Chauí e outros mais são abaixo da critica. Muito ruins.
CurtirResponder140 min
João Batista de Andrade
Escreva uma resposta...
Leila Hermes da Fonseca Isso
Sem ética n se vai a lugar nenhum
CurtirResponder12 h
Denise Oliveira Excelente texto, Adriano De Aquino. Uma perigosíssima disseminação de informações em cabecinhas abertas porém porosas e permeáveis aos doutoramentos . Uma ramificação que se alastrou dos redutos universitários e está chegando até o ensino fundamental. Uma pertinência. Fábrica de estrelinhas políticas. Não ousaria dizer partidarização da juventude. Está mais para empacotar e etiquetar.
CurtirResponder22 h
Marina Tourinho Exatamente!!! Você como ninguém esmiúça de maneira muito clara esses assuntos, tem o dom nato da arte de escrever entre outras.
CurtirResponder11 h
Max Tolentino O Casamento Perfeito : o partido dos trabalhadores que não trabalham com os estudantes que não estudam .
CurtirResponder248 min
Christina Amaral Aprendiz de Feiticeiro, nem conjugar verbo sabe, vai estudar. Linda
CurtirResponder120 min
Jose Carlos Saenger Mentirosa, um péssimo exemplo. 14 anos já não é púbere, mas adolescente em forma de capeta!
CurtirResponder115 min
Isa Chloris Adriano, Ana Júlia foi desafiada por uma garota do MBL, a Sabryna de Sá também de 16 anos... há esperança nessa batalha!!! 🙌👍
Alguém está digitando um comentário...
João Batista de Andrade
Escreva um comentário...